Vantagens e desvantagens do leilão de motos

Como funciona o leilão de veículos

Os consumidores podem escolher o leilão de uma companhia de seguros. É um veículo vendido a alguém que solicitou seguro e recebeu indenização. Nesse modo, geralmente podemos encontrar motocicletas em condição mais desfavorável, como defeitos graves, falta de certas peças. Portanto, é importante avaliar os detalhes da moto que você deseja comprar.

Por outro lado, os leilões realizados por bancos e empresas financeiras funcionam quando alguém deseja compra um veículo e não pode continuar pagando as prestações, forçando a empresa de empréstimo a retirar o carro. 

Apesar de que possui opções para leilões judiciais, atualizações da frota e até promoção do Detran.

Vantagens e desvantagens do leilão de motos

Um dos objetivos principais de comprar uma moto em leilão é o seu valor final. Como esse é um método de compra limitado por diferentes tipos de carros e em diferentes estados de proteção, o comprador tem espaço para negociar o valor final da transação.

Entretanto, você também pode encontrar opções de compra que não são muito vantajosas, o que pode causar problemas ao motorista no futuro.

Para garantir que a compra de leilão de motocicletas seja beneficiado, verifique cuidadosamente a fonte, a quilometragem, a condição e os documentos do veículo.

Moto de leilão pode rodar?

Em vista disso, as pessoas acabam se perguntando: as motocicletas de leilão podem andar em qualquer lugar? 

As motocicletas compradas em leilão podem ser divididas em duas maneiras, que responderão se o veículo pode ser conduzido normalmente nas ruas e rodovias. São eles: conservadas ou sucateados. 

Se o veículo leiloado for mantido, a resposta a esta pergunta é sim! Pode operar normalmente sem causar grandes problemas aos seus proprietários. 

Dependendo do país de origem do veículo adquirido, é de extrema importância descobrir se é necessário registrar novamente o veículo no Detran, a agência responsável pela regulamentação de motocicletas, carros e caminhões. É necessário que o proprietário do veículo seja responsável pelo pagamento do IPVA para o ano relevante, que é um imposto aos veículos. 

Ou seja, é recomendável concluir a transação antes do leilão para evitar grandes problemas. 

Por outro lado, as motocicletas classificadas como sucatas não têm o direito de obter novos documentos e, portanto, não podem ser conduzidas.

Regularizando sua moto de leilão

A regularização das motocicletas compradas no leilão e ter liberdade de uso, é importante seguir determinadas etapas no Detran.

eles são: 

•      Reivindicações (se houver);

•      Fatura original para compra de motocicleta em leilão (emitida pelo leiloeiro);

•      O aviso original do leilão (emitido pelo leiloeiro);

• Originais e cópias de documentos pessoais, como RG, CPF e comprovante de residência;

•      Certificado de Registro de Veículo (CRV);

•      Certificado de segurança veicular (CSV);

•      Relatório de inspeção obtido de uma empresa de inspeção autorizada (ECV);•      Recibo de taxa de emissão de CRV (Certificado de Registro de Veículo) recebido pelo banco.