Financiamento de carro sem entrada: Como e quando fazer

– Por que comprar um veículo?

Na realidade atual, o número de atividades que precisam ser realizadas em um curto período de tempo está cada vez maior. Por isso, executar todas as tarefas diárias sem atrasos está exigindo cada vez mais das pessoas. O meio de transporte influencia diretamente esse processo; isso porque se você anda a pé ou utiliza transporte público/coletivo, sua locomoção pode ser estressante e exaustiva.

Você não que isso aconteça, certo? É por isso que ter um veículo é essencial para o bom funcionamento da sua rotina. Mas, sabemos que não basta apenas reconhecer que precisa de um; há muito planejamento pela frente até que isso se concretize.

Moto ou carro

É importante ressaltar que não há opção melhor; a condição de ‘melhor opção’ só pode ser atribuída de acordo com suas necessidades e condições atuais. Entenda que um carro exige um investimento de maior valor, mas ele também te dá benefícios que a moto não daria. O carro é mais confortável para viagens longas, por exemplo, e te permite transportar toda a família. Em dias de chuva, você também não terá de lidar com uma preocupação extra com o transporte.

– Por que o financiamento é a opção mais escolhida?

O financiamento é a opção mais popular por causa do quesito tempo. Essa alternativa te permite comprar o carro mais rápido e ter ele em mãos em questão de dias. Como muitas pessoas têm o desejo de ter um carro, mas não se planejam corretamente para que isso aconteça, a urgência bate na porta e elas têm que optar pelo financiamento. Além disso, a opção já está disponível nas formas com entrada (20% do valor total é oferecido, no mínimo) e sem entrada (financiamento de 100% do valor do veículo). Mas, nem sempre o financiamento é a melhor opção para você.

– Quando financiar

Financie sem entrada apenas quando tiver extrema urgência, não possuir uma reserva financeira que possa ser usada como entrada e quando estiver ciente dos seguintes pontos:

  1. As taxas de juros são maiores; por isso, a pesquisa de instituições deve ser feita de maneira bem detalhada. As taxas podem variar bruscamente de banco para banco.
  2. Essa alternativa exige mais organização financeira, pois você vai pagar mais do que geralmente pagaria. Se não tinha uma reserva financeira emergencial, é uma boa hora para criar.
  3. Será mais difícil conseguir aprovação; sendo assim, atente-se à escolha do veículo. Se ele for muito caro, sua renda pode ser insuficiente para garantir aprovação.

Receba mais informações gratuitamente