Saiba como financiar uma moto sem entrada: entenda como funciona para sair pilotando

Os brasileiros estão escolhendo financiar uma moto, por conta da sua facilidade de possuir o veículo. As tarifas dos transportes públicos aumentam e ainda comprometem a vida do cidadão que chega no trabalho atrasado.

O veículo que está facilitando cada vez mais a vida das pessoas é a moto. A moto tem uma facilidade de locomoção incrível. Um exemplo disso, é durante um engarrafamento.

Por conta dessa e de outras facilidades o financiamento de motos vem crescendo de forma absurda.

Como funciona o financiamento de moto?

O financiamento de moto funciona da mesma forma que um empréstimo, não muda praticamente nada, apenas as taxas de juros.

Para realizar o financiamento de moto é necessário que o cliente já tenha escolhido a moto para informar a instituição financeira. Assim que informar ao banco ou alguma instituição que trabalha no ramo de financiamento, o sistema imediatamente irá analisar o perfil do solicitante conferindo se o mesmo tem condições de pagar as parcelas corretamente.

É de extrema importância que leia atentamente as cláusulas do contrato parágrafo por parágrafo, pois a instituição destaca, caso o cliente não pague a moto em dias, que há acréscimo de juros. Mas se acontecer algum descontrole, como passar várias parcelas sem pagar, por exemplo, o banco vai tomar sem aviso prévio a moto. Por isso, antes de financiar a moto, leia atentamente e faça todas as perguntas cabíveis ao atendente para evitar constrangimentos.

Qual a vantagem de financiar a moto?

A vantagem de financiar a moto é pela facilidade de comprar à vista, sem precisar juntar recursos para realizar o sonho de ter o próprio transporte.

Uma informação que não pode deixar de faltar em nosso artigo é sobre o valor de entrada. Dando uma quantia como entrada as parcelas diminuirão junto com as taxas de juros facilitando o pagamento final. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *