Como receber sem contribuir Loas e BPC

Quando o assunto é benefício, as dúvidas começam a surgir. Uma dela é: posso receber o BPC mesmo sem ter contribuído? Esse questionamento se tornou o assunto mais falado no dia a dia das pessoas. Por isso, decidimos fazer esse artigo especialmente para você. Continue lendo o post e elimine essa dúvida de uma vez por todas.

A maioria das pessoas confundem o BPC como uma aposentadoria, visto que, ele se trata de um benefício assistencial assegurado pela Lei 8.742 de 1993 – Lei Orgânica de Assistência Social. A Assistência Social auxilia os idosos e pessoas com deficiência com Benefício de Prestação Continuada. Por conta disso é que o recurso é oferecido independente de contribuições para o INSS.

O BPC é um benefício no valor de um salário mínimo mensal para pessoas com deficiência e idosos que necessitam, não têm como se manter, nem como serem mantidos por alguém da família. Por conta dessas dificuldades que o BPC oferecido pela Assistência Social protege essas pessoas de vulnerabilidade que têm dificuldades de gerar renda.

O BPC é um valor mensal destinada a pessoa idosa ou com deficiência, não trata-se de uma aposentadoria. Embora para se aposentar, é necessário ter um tempo de contribuição para o INSS. Em outras palavras, o BPC é um recurso que ajuda pessoas idosas e com deficiência em situações de miserabilidade, embora nunca contribuíram para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Solicitar o benefício

Para solicitar o benefício, é necessário seguir alguns requisitos:

Pessoas com deficiência: o deficiente precisa comprovar impedimento a longo prazo, de natureza intelectual, sensorial ou física.

Idoso: com 65 anos ou mais.

Ambos precisam comprovar que são de família de baixa renda e que a família não possui meios financeiros de arcar com as despesas médicas, alimentares e de sustentabilidade.

Agora que você sabe que o BPC não se trata de aposentadoria, mas sim um benefício disponibilizado pelo INSS, compareça a sede e solicite o recurso, caso esteja nessas condições que mencionamos no artigo. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *